Bandeira do Brasil e dos Estados Unidos

Educação
Internacional

Excelência
Acadêmica

Educação
do Caráter

5 dicas fundamentais para incentivar o seu filho a estudar

incentivar o seu filho a estudar

Incentivar o seu filho a estudar pode ser uma tarefa desafiadora, mas não impossível. A seguir, confira 5 dicas que vão te ajudar nessa missão!

A rotina de estudos é essencial para a formação das crianças. Entretanto, sabemos que nem sempre é fácil fazer com que elas se dediquem à escola, não é mesmo?

Muitas vezes, elas preferem atividades “mais divertidas” e momentos de descanso. Sendo assim, o que fazer para incentivar seu filho a estudar?

A verdade é que esse é um dos grandes desafios da relação entre pais e filhos, exigindo atenção para conseguir motivá-los naturalmente. Esse pode ser o diferencial para o relacionamento da criança com os estudos, influenciando em toda a sua vida — inclusive profissional.

Que tal algumas dicas para te ajudar a incentivar o seu filho a estudar? Confira a seguir!

1. Determine metas

Estipular metas é uma dica indispensável para diferentes tipos de conquistas, incluindo motivar os filhos com os estudos.

Normalmente, ao pensar em todas as matérias que devem ser estudadas, o grande volume de páginas pode desanimar. Da mesma forma, ler um livro inteiro pode parecer muito complexo, desmotivando a criança.

Sendo assim, quebre essas tarefas maiores em pequenas metas. Ler um número de páginas por dia, estudar apenas um capítulo, resolver uma folha de exercícios.

Quando as atividades são menores, a criança conclui mais facilmente. Dessa forma, ela ficará naturalmente mais motivada ao perceber a sua evolução e que, na verdade, a tarefa não é tão difícil quanto parecia.

2. Crie uma rotina de estudos e descanso

O dia a dia do seu filho pode ser bastante cansativo: ir à escola, passar por todas as aulas, fazer tarefas e trabalhos, estudar para as provas e realizar outras atividades. Por isso, é muito importante dar uma atenção especial aos períodos de descanso.

Esses momentos são essenciais para evitar uma queda no desempenho causada por estresse, ansiedade ou cansaço excessivo. Além disso, pequenos intervalos nos estudos ajudam a relaxar a mente, fazendo com que a criança volte a estudar com maior foco e concentração. Dessa maneira, é possível otimizar o desempenho na rotina de aprendizado.

3. Introduza atividades divertidas nos estudos

Outra maneira de incentivar os estudos é encontrar formas de tornar a rotina mais divertida. Após horas na escola, estudar em casa pode não ser tão animador, não é mesmo? No entanto, existem alguns jeitos de incluir brincadeiras e outras atividades no aprendizado.

Por exemplo, existem filmes baseados em dados históricos e documentários com uma linguagem mais acessível que podem ser legais. Utilizar letras de músicas, videogames, séries e desenhos pode ajudar a estudar idiomas como inglês ou espanhol. Além disso, existem jogos educacionais, desenvolvidos com o objetivo de ajudar no aprendizado.

Vale a pena pesquisar as alternativas, considerando a faixa etária e o ano escolar do seu filho para encontrar as que se alinham melhor às necessidades da família.

4. O erro é parte do caminho para o acerto

É muito importante que os adultos auxiliem as crianças e jovens a aprenderem a olhar para os próprios erros com compaixão. Essa prática colabora para o desenvolvimento da autoconfiança e da capacidade de resiliência.

Ao se deparar com algo errado, precisamos estimular a reflexão a respeito dos motivos do erro. Algumas perguntas simples podem auxiliar esta reflexão:

O que você pensou ao resolver esta questão desta maneira? Você leu o enunciado atentamente? Que tal reler? Você utilizou todo o tempo necessário para resolver a questão? Os registros do seu pensamento estão organizados? Como podemos fazer para melhorar este aspecto? Que tal procurar a ajuda do seu professor ou do plantão de dúvidas?

Estas e outras perguntas costumam ser muito eficazes para a construção e consolidação das boas práticas de estudo.

Esta atitude compreensiva e pró-ativa deve ser utilizada também nos momentos em que, por alguma razão, o aluno apresenta uma nota baixa. Considerar o contexto e os motivos pelos quais isso aconteceu colabora para o desenvolvimento da vida estudantil saudável e feliz.

5. Tenha um relacionamento com a escola

Por fim, conte com o suporte da escola do seu filho, mantendo um relacionamento mais próximo com ela. Afinal, a escola tem um papel muito importante no ensino e pode auxiliar a família a encontrar alternativas de incentivar os seus filhos, principalmente devido aos conhecimentos em relação aos métodos de aprendizado.

No Colégio Petrópolis, praticamos uma educação de qualidade que estimula a participação familiar para que as crianças desenvolvam todo o seu potencial. Então é possível ter contato com os educadores para tentar encontrar as melhores maneiras de lidar com a rotina de estudos dos filhos.

E então, gostou das dicas?

Acompanhe o nosso blog para ficar por dentro de mais reflexões, curiosidades, novidades e tendências do mundo da educação.

Fale conosco

Colégio Petrópolis

R. Sebastião Coco, 21 – Nova Petrópolis – São Bernardo do Campo/SP
Telefone: 11 4330-1044
Atendimento: 07h às 18h
E-mails: contato@colégiopetropolis.com.br

Agende Agora uma Visita!