Educação
Internacional

Excelência
Acadêmica

Educação
do Caráter

Babá ou berçário: o que é melhor para o seu filho?

Babá ou berçário

Quando chega ao fim a licença maternidade, uma nova fase começa para o casal e a criança. É hora de tomar uma decisão importante: babá ou berçário? O que é melhor para o seu filho? Confira neste post!

A separação da mamãe e do bebê é um momento complexo para ambos, porém, em algum momento, ela precisa acontecer. Mas, com quem deixar o bebê: babá ou berçário?

Por mais que seja um momento bastante delicado na relação entre mães e filhos, essa primeira ruptura é muito importante, tanto para o desenvolvimento de certas habilidades e comportamentos da criança quanto para a mãe, que pode retomar sua rotina, sua carreira e buscar um novo equilíbrio para o lar.

Tanto o berçário quanto uma babá apresentam fatores positivos e pontos que merecem uma atenção especial. Para saber mais sobre os prós e contras dessas duas alternativas, continue a leitura deste post!

Vantagens e desvantagens de contratar uma babá

Para começar, selecionamos os principais pontos que você deve levar em consideração a respeito de contratar ou não uma babá para cuidar do seu bebê. Confira!

Conforto de casa e atenção exclusiva

Essa é uma ótima opção para quem quer que o bebê fique no conforto de casa por mais tempo e tenha uma pessoa que esteja ali para atender às necessidades dele exclusivamente.

Afinal, você pode instruir a babá a respeito da alimentação, dos horários, das brincadeiras, dos hábitos e de qualquer ponto que exija atenção especial.

Menor exposição a doenças e menos estresse

Além da atenção exclusiva, o contato do seu filho com doenças vai ser bem menor, visto que ele não compartilhará o mesmo espaço com outras crianças diferentes.

Além disso, você não vai precisar se deslocar para levar e buscar seu filho no berçário. O bebê não vai acordar muito cedo, ter que sair de casa nos dias mais frios e vai ser poupado do estresse causado pelo barulho do trânsito.

Valor

O custo desta alternativa pode ser o fator crucial na hora de decidir entre um berçário ou uma babá.

Por se tratar de uma funcionária que deve ter a carteira assinada, há encargos a serem pagos, como o FGTS, férias, 13º salário e horas extras. Também pode ser que a babá precise faltar ou tirar licença-maternidade, e isso atrapalha a rotina e o planejamento da família.

Desafios para encontrar a babá ideal

Mesmo que você possa pagar, a parte mais importante e difícil desse processo é encontrar a pessoa certa para tomar conta do seu filho. A profissional precisa passar confiança e ter preparo para exercer essa função. Afinal, ela vai cuidar do seu filho.

O ideal é contratar alguém que tenha boas referências e experiência com crianças e possa acompanhar a rotina da família, pelo menos, um mês antes do seu retorno para o trabalho. Dessa forma, você e o seu bebê já estarão mais confortáveis com a presença de outra pessoa na casa.

Vantagens e desvantagens de matricular seu filho em um berçário

A escola será parte integrante da rotina do bebê até a adolescência, por isso, a adaptação ao ambiente escolar desde cedo é uma atitude positiva e que pode trazer muitos benefícios à criança. Saiba mais a seguir!

Desenvolvimento infantil conduzido por profissionais

Nas escolas trabalham professores, pedagogos, psicólogos e psicopedagogos…

Ou seja, diversos profissionais que dedicaram suas vidas a estudar, pesquisar e desenvolver as melhores atividades para cada etapa de desenvolvimento das crianças, inclusive dos bebês.

Sendo assim, o berçário não é apenas um momento de levar o bebê para dormir e comer na escola, mas sim o começo de uma importante trajetória de conhecimentos e despertar da inteligência, emoções, criatividade e raciocínio.

Escolher um bom berçário é ter a garantia que seu filho será cuidado diariamente tendo como base um planejamento completo, que envolve desde a alimentação até as horas de descanso e a seleção das atividades mais adequadas para a sua idade.

Infraestrutura preparada

Os berçários mais bem equipados oferecem brinquedos que promovem o desenvolvimento do bebê, ambientes seguros, profissionais de plantão para urgências e estrutura para pequenos atendimentos para casos como pequenas quedas ou doenças típicas (como uma febre causada pela erupção dos dentes, por exemplo).

Esses fatores são diferenciais que trazem segurança para os pais, já que eles têm a certeza de que o local onde os filhos estão foi totalmente pensado para receber crianças e proporcionar para elas o conforto e segurança necessários.

Desenvolvimento da criança

Segundo uma pesquisa norte-americana realizada com 1.300 crianças, foi possível concluir que as crianças que frequentaram o jardim de infância tiveram melhor desempenho escolar, se comparados com aqueles que ficaram mais tempo em casa.

Ou seja, a escola traz benefícios de longo prazo para os pequenos, inclusive no desenvolvimento de novas habilidades, tanto intelectuais como de relacionamento com os demais.

É na escola que as crianças aprendem diversas coisas, por exemplo se comportar em grupos, dividir brinquedos e realizar atividades em grupo.

Impacto na rotina infantil

O berçário traz, de fato, uma mudança geral na rotina do bebê. Com essa alternativa, ele precisa estar pronto em um determinado horário, sair de casa com os pais, enfrentar o trânsito, chegar na escola, entre outras coisas.

Isso não é algo que pode ser considerado negativo, já que não traz prejuízos para o desenvolvimento deles. No entanto, pode ser complicado para as crianças no começo. Mas, logo passa e todos se acostumam com a nova rotina.

Doenças de escola

Na escola, as crianças entram em contato umas com as outras o tempo todo, o que pode contribuir para o aparecimento de doenças típicas em crianças, como roséola ou vírus do mão, pé e boca.

Contudo, apesar de muitos pais relacionarem a escola ao contágio, nem sempre é lá que acontece a transmissão da doença. Dessa forma, mesmo crianças que são cuidadas em casa podem apresentar os mesmos problemas.

Distância de casa

Nem sempre os pais moram perto de escolas que oferecem berçário e, dessa forma, surge a necessidade de gastar mais tempo e combustível todos os dias.

No entanto, se você enxerga nisso um ponto muito negativo, saiba que ele não será sempre contornável, já que a criança terá que ir para escola mais cedo ou mais tarde.

O que é melhor: babá ou berçário?

A escolha entre uma babá ou um berçário é muito pessoal. No entanto, como você pôde perceber, a escola oferece estrutura e planejamento para contribuir com o desenvolvimento do seu filho.

O berçário é um local importante para o primeiro contato com o ambiente escolar e para que a criança comece uma jornada de transformação.

Muitos pais optam pelas babás apenas para reduzir impactos na rotina dos bebês. Porém, esses impactos são pequenos, se colocados perto das vantagens que o berçário traz para o desenvolvimento das crianças.

Sendo assim, se você busca uma alternativa que agrega mais valor para a vida do seu pequeno, saiba que o berçário é capaz de oferecer bases fundamentais para a vida de um bebê, como carinho, cuidado e aprendizado.

Gostou das dicas? Então, não deixe de acompanhar o nosso blog para ficar por dentro de mais reflexões, curiosidades, novidades e tendências do mundo da educação.

Entre em Contato

Escola Aquarela Kids

Al. Dom Pedro de Alcântara,  175 – Nova Petrópolis – São Bernardo do Campo/SP
Telefone: 11 4330-7660
Atendimento: 07h às 18h
E-mails: atendimento1@aquarelaeducacao.com.br

Agende Agora uma Visita!